sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Resenha > "A Casa das Orquídeas", de Lucinda Riley




Título: A Casa das Orquídeas
Autora: Lucinda Riley
Editora: Novo Conceito
Páginas: 560
Edição: 
2012
Classificação: 3/5



Sinopse: Quando criança, a pianista Júlia Forrester passava seu tempo na estufa da propriedade de Wharton Park, onde flores exóticas cultivadas pelo seu avô nasciam e morriam com as estações.

Agora, recuperando-se de uma tragédia na família, ela busca mais uma vez o conforto de Wharton Park, recém-herdada por Kit Crawford, um homem carismático que também tem uma história triste. No entanto, quando um antigo diário é encontrado durante uma reforma, os dois procuram a avó de Júlia para descobrirem a verdade sobre o romance que destruiu o futuro de Wharton Park...

E, assim, Júlia é levada de volta no tempo, para o mundo de Olívia e Harry Crawford, um jovem casal separado cruelmente pela Segunda Guerra Mundial, cujo frágil casamento estava destinado a afetar a felicidade de muitas gerações, inclusive da de Júlia.

“Para pertencermos ao futuro, devemos aceitar o passado.”


Um livro com uma narrativa fácil pois temos duas historias que se intercalam ao longo das paginas, no presente temos Julia e Chistopher e no passado temos Olívia e Herry que tem suas historias contadas neste livro, ao longo da minha leitura eu fui vendo e analisando os personagens e suas vidas me afeiçoei por Julia que sofreu por perdas mas que com o tempo e as pessoas certas foram sendo apagadas.

Herry foi o personagen que eu menos goste por ser casado com Olívia e tendo ido a Segunda Guerra Mundial mesmo assim quando foi  solto das mãos dos seus rivais se envolveu com uma mulher do pais que estava, mas voltou Wharton Park deixando sua palavra que voltaria para pegar sua amada ele só não sabia que ela esta estava escondendo algo que poderia ter mudado tudo se fosse revelado e esse segredo junta o passado e o presente.

“Toda casa tem seus segredos e todo amor, seu preço.”


Eu gostei da parte da Julia o presente mais não gostei por razões pessoais do passado por nunca me afeiçoar a traições , ele teve sua escolha e poderia não ter casado com Olívia mas mesmo assim casou e deixo-a, e voltou com uma outra paixão que fez com que ela sofresse muito tanto que ela fez algumas pessoas mentissem e acarretou com muito sofrimento.  


Em baixo vocês podem ver o Book vídeo do livro, e espero que vocês gostem do livro quando lerem.


Nos vemos em uma próxima resenha. FUI!! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário