terça-feira, 4 de março de 2014

Resenha > "Os Pinguins do Sr. Popper", de Richard e Florence Atwater

Tava andando no supermercado ( aqueles que vendem livros ) e me deparo com este belo exemplar que não só me chamou a atenção para ele, como para seu valor de R$5,00 reais. Eu comecei a leitura com um pé atras por ser um livro mais para crianças, mais ao passar das páginas eu só ficava mais ligado igual ao pequeno príncipe que me motivou do começo a fim fazendo eu terminar um dos melhores livros que já li, mais bom estamos falando sobre outro livro que eu achei muito FOFO ( o livro tem muitas imagens, mostrando o que esta escrito ) por ter Pinguins.



Título: Os Pinguins do Sr. Popper
Autores: Richard e Florence Atwater
Editora: Intrínseca
Páginas: 144
Edição: 2011
Classificação: 5/5



Sinopse: Originalmente publicado em 1938, Os pinguins do Sr. Popper é um clássico da literatura infantil norte-americana escrito pelo casal Richard e Florence Atwater e vencedor do Prêmio Newbery Honor em 1939. No livro, o Sr. Popper, pintor de paredes, tem um sonho: ser um explorador na Antártica e viver entre seus animais favoritos, os pinguins. Ao escrever uma carta para o almirante Drake, renomado explorador da Antártica, recebe um presente na porta de sua casa: um pinguim de verdade. Logo o bichinho ganha uma companheira, e antes que se dê conta o Sr. Popper tem um rinque de patinação no gelo em seu porão e uma dúzia de lindos pinguins vivendo em sua casa.

Quase sem dinheiro para alimentar a família e com uma dívida cada vez maior por conta de compras e mais compras de peixe fresco e camarões, o que o criativo Sr. Popper poderia fazer? Treinar seus pinguins e colocar o pé na estrada com um belo espetáculo, é claro! Assim,Os Pinguins Performáticos do Sr. Popper saem em viagem para apresentar seus números (e suas confusões) nos teatros de todo o país.



"O Sr. Popper era assim tão distraído porque estava sempre sonhando com países distantes."
PG > 11

Este livro conta a historia do sr.Popper, um pintor que gosta muito dos dois polos ( polo Sul e polo 
Norte ) e em todo seu tempo livro fica lendo livros, vendo filmes, programas de TV, jornais tudo que tiver relacionado ao tema já falado. Pinguins e a grande fascinação dele por alguns motivos, como por que eles só vivem no polo sul e não no polo norte, e isso intriga ele. Com a chegada do inverno as famílias da cidade não precisam mais de seus serviços, fazendo assim sr.Popper e sua família sem sua renda mais como mulher é muito inteligente, a esposa do sr.Popper junta dinheiro para esta época. Mais com tudo o que vem vai o inverno vai junto com o frio e vem a primavera com seu aroma e calor fazendo assim que o sr.Popper saia de casa para trabalhar.

Mais antes da primavera chegar ele recebe uma caixa bem grande, vinda da Antártica, trazendo mais uma boca para alimentar ( calma não é uma criança ) ou melhor bico pois era um Pinguim que viria a se chamar capitão Cook.

"O sr.Popper lera que os pinguins eram extremamente curiosos, e logo percebeu que é verdade pois, ao sair da caixa, o visitante começou a inspecionar a casa."
PG > 24

Depois de sua aparição que só vai trazer muitas confusões, mais também muitas alegrias para a família, Cook o pinguim... ( leiam para ver o que acontece ) mais já vou avisando ele não morre hehehe. Uma leitura muito rápida, que levou umas 2 horas e meia do meu tempo ( que digamos de passagem é
 precioso ) por ser pequeno e ter uma narrativa fluida que faz com que nós lermos mais rápido para saber o que viram á seguir em "Os Pinguins do sr.Popper", sem falar que é uma historia para crianças mais também pode ser lido por jovens por trazer uma mensagem para você nunca desistir de sonhar.

Obs: Em 2011 o livro foi adaptado para as telonas pela Disney. Estrelado por Jim Carrey que fez um belo trabalho neste papel, interpretante muito bem este personagem fazendo assim eu me divertir mais nesta bela comedia. 

Ok pessoal está foi mais uma resenha do blog, espero que tenham gostado é espero que vocês me sigam nas redes sociais, como Twitter e instagram e sem falar do blog é claro. 
Valeu e até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário